FRAIBURGO

11 novembro 2016

As Mortes Violentas Entre os Jovens

Foram 15 tiros! O assassinato do jovem Marlon Roldão Soares, 18 anos, no aeroporto de Porto Alegre, em setembro último, nos mostra que a violência está cada vez maior e que não pode mais ser explicada de maneira fácil.

Foram 15 tiros! Precisavam demonstrar tanto apego à violência?

Foram 15 tiros! Os motivos que levaram os jovens a praticar este nefasto crime não são relevantes para o seu modo operacional e o seu modo de vivência. Simplesmente matam. Matam porque isso lhes proporciona enorme satisfação pessoal e cada morte serve como parâmetro de “grandeza” perante o enorme grupo de delinquentes com quem convivem diariamente.

Foram 15 tiros! A desestruturação familiar aliada ao consumo exagerado de álcool e drogas, nas mais variadas espécies e quantidades, com antecedentes de violência familiar e doméstica , com a total desestruturação financeira e com a total falta de perspectivas de emprego e renda com o  conseguinte desestímulo para a busca da melhoria de vida através do estudo e do trabalho, produzem jovens sem nenhuma perspectiva de crescimento pessoal, profissional e financeiro e que os levam a buscar o modo mais simples para sobreviver: a vida fácil.

Foram 15 tiros! Com a ajuda de pessoas maldosas, que estão estabelecidas em pontos estratégicos da periferia das cidades, vendendo todo o tipo de entorpecentes, organizando atos de violência das mais variadas espécies, com a certeza da impunidade dos menores, fazem com que estes pratiquem a violência cada vez com menos idade.

Foram 15 tiros! Se não bastasse a forma extremamente cruel e violenta utilizada pelos bandidos, eles ainda saíram do aeroporto comemorando, com tiros para o alto e de cara limpa, a “proeza” que praticaram. Eles sabiam que não seriam importunados por ninguém. Nem mesmo pela polícia.

Foram 15 tiros! Porque não possuíam nenhum projeto para a sua “droga de vida” os jovens resolveram acabar o grande projeto de vida do jovem Marlon. Que maldade. Tiros inúteis e inexplicáveis. Foram 15 tiros!

Pensemos nisso.

Ari 

15 outubro 2016

Lenda Árabe

Diz uma lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto, quando em determinado ponto da viagem, bastante cansados, um agrediu o outro. O ofendido, sem nada dizer, pegou o seu cajado e escreveu na areia: "hoje o meu melhor amigo me derrubou no chão".

Passado algum tempo, seguiram viagem pelo deserto, até chegar a um oásis. Lá, se banharam à vontade, até que o amigo que havia sido agredido, começou a se afogar. O outro nadou até ele e o trouxe até a margem, são e salvo. Foi quando o amigo resgatado pegou seu saibro e escreveu em uma pedra, cercada de vegetação: "hoje o meu melhor amigo salvou a minha vida". 

O primeiro perguntou: "por que quando você foi agredido, você escreveu seu sentimento na areia, e quando foi salvo escreveu na pedra"? 

O outro respondeu, sorrindo: "quando um grande amigo nos ofende, devemos registrar esse dano na areia, para que o vento do esquecimento e do perdão se encarreguem de apagá-lo. Mas quando um amigo nos faz algo grandioso, devemos registrar esse momento na pedra da memória e do coração, onde vento nenhum do mundo pode apagar!


Amigos de verdade não precisam se falar sempre. Não precisam se visitar sempre. Nossos amigos verdadeiros são aqueles que se alegram com as nossas vitórias são os primeiros a serem solidários em nossos infortúnios.

Um grande abraço a todos.

Ari

04 outubro 2016

Temos 7.211 Motivos Para Acreditar!

Nas eleições municipais do último dia 02, a população fraiburguense mostrou que já está preparada para encarar de frente os enormes desafios que a comunidade precisa enfrentar para crescer e se manter forte.

Com 4 candidatos disputando o cargo de Prefeito e 111 candidatos disputando 11 vagas na Câmara de  Vereadores, Fraiburgo mostrou a Santa Catarina e ao Brasil do que é capaz quando se fala amadurecimento, de boas maneiras e de boa educação. 

Não tivermos problemas e tudo transcorreu de forma ordeira e respeitosa. Os candidatos se comportaram bem. 

Com a eleição de Claudete Gheller Mathias Fraiburgo também ganha o status de, pela primeira vez, ser governado por uma mulher.

Pelas declarações iniciais proferidas pela Prefeita, eleita com 7.211 votos, ela nos deixa entender que fará um governo envolvendo os mais diversos segmentos da comunidade e isso dará aos cidadãos fraiburguenses, a oportunidade de realmente participar diretamente da tomada das mais importantes decisões que nortearão os destinos de nossa terra. 

É chegada a hora de deixarmos as questões político-partidárias de lado e todos juntos nos unir com a nova administração municipal. Só assim teremos muita força para encontrarmos o melhor caminho que nos conduzirá ao desenvolvimento. 

Tenho a certeza que Fraiburgo continuará crescendo cada vez mais. Eu acredito nisso. Eu tenho 7.211 motivos para acreditar isso.

Desejo à nova Prefeita Claudete e ao Vice-Prefeito Julio Santos, os meus mais sinceros votos de absoluto sucesso e que Deus ilumine seus passos, para sempre buscar o bem estar de toda a nossa comunidade.

Um grande abraço a todos.

Ari

22 setembro 2016

1º Seminário Psicojurídico da uniarp - Fraiburgo - Carta de Agradecimento

Reutora Soeni Yamaguchi e Ari Antônio Guindani
Caros Colegas e Amigos:

Ontem à noite realizamos a primeira etapa do 1º Seminário Psicojurídico da Uniarp, Campus de Fraiburgo.  

A realização do evento foi para nós motivo de alegria e de muito aprendizado. Por este motivo eu quero agradecer a cada um de vocês que ajudaram na organização e na condução daquele importante momento de nosso curso.

Tive a honra de conduzir todo o protocolo desta primeira noite histórica para o Curso de Direito da Uniarp Campus de Fraiburgo e por se tratar de evento único até aqui desenvolvido dentro de todo o complexo educacional UNIARP, nossa turma está de parabéns.

Autoridades e Ari Antônio Guindani
1º Seminário Psicojurídico - Uniarp Fraiburgo
Obrigado pela oportunidade que vocês me proporcionaram.


Quero agradecer aos colegas que apresentaram seus trabalhos, pelo altruísmo com que se manifestaram e pela profundidade das apresentações. Ainda quero agradecer a todos e a todas pelo comportamento exemplar que tiveram, desde a vestimenta utilizada até no trato com os colegas, professores e convidados. 

Alunos e Autoridades participantes do 1º Seminário Psicojurídico da Uniarp Fraiburgo.
Professor Clayton Luiz Zanella

    Um grande abraço a todos e a todas. Contem sempre comigo e muito obrigado.

Ari Antônio Guindani
Acadêmico de Direito Uniarp
Fraiburgo-SC.

1º Seminário Psicojurídico da uniarp - Fraiburgo - Carta de Agradecimento

Soeni Yamaguchi e Ari Antônio Guindani
Caros Colegas e Amigos:

Ontem à noite realizamos a primeira etapa do 1º Seminário Psicojurídico da Uniarp, Campus de Fraiburgo.  

A realização do evento foi para nós motivo de alegria e de muito aprendizado. Por este motivo eu quero agradecer a cada um de vocês que ajudaram na organização e na condução daquele importante momento de nosso curso.

Tive a honra de conduzir todo o protocolo desta primeira noite histórica para o Curso de Direito da Uniarp Campus de Fraiburgo e por se tratar de evento único até aqui desenvolvido dentro de todo o complexo educacional UNIARP, nossa turma está de parabéns.

Autoridades e Ari Antônio Guindani
1º Seminário Psicojurídico - Uniarp Fraiburgo
Obrigado pela oportunidade que vocês me proporcionaram.


Quero agradecer aos colegas que apresentaram seus trabalhos, pelo altruísmo com que se manifestaram e pela profundidade das apresentações. Ainda quero agradecer a todos e a todas pelo comportamento exemplar que tiveram, desde a vestimenta utilizada até no trato com os colegas, professores e convidados. 

Alunos participantes do 1º Seminário Psicojurídico da Uniarp Fraiburgo.
Professor Clayton Luiz Zanella

    Um grande abraço a todos e a todas. Contem sempre comigo e muito obrigado.

Ari Antônio Guindani
Acadêmico de Direito Uniarp
Fraiburgo-SC.

16 setembro 2016

Hospital Fraiburgo - Leitos de Retaguarda

Em solenidade realizada no Palácio do Planalto, neste último dia 14, com a presença do Ministro da Saúde Ricardo Barros e do Presidente da República Michel Temer, sobre as Ações da Gestão na área da Saúde, foi anunciada a habilitação dos 30  leitos de retaguarda clínica  do Hospital Fraiburgo. O valor anual para custeio do projeto é de R$- 2.326.875,00 (Dois milhões, trezentos e vinte e seis mil, oitocentos e setenta e cinco reais), com repasses de R$-  193.906,25 (Cento e noventa e três mil, novecentos e seis reais e vinte e cinco centavos) mensais.

Estiveram presentes no evento o Sr. Dr. Flávio José Martins, Presidente da AFSC, Sr. Ivo Biazzolo, Prefeito Municipal de Fraiburgo e a Sra. Nilce Pinz, Secretária Municipal de Saúde de Fraiburgo.


Nilce Pinz, Flávio Martins e Ivo Biazzolo

Neste momento queremos prestar a nossa homenagem às autoridades acima nominadas, pelo esforço contínuo objetivando a concretização deste importante processo.

Flávio Martins, Nilce Pinz, Carmem Zanoto, Ricardo Barros e Ivo Biazzolo
Queremos ainda, fazer um agradecimento especial e merecido à Deputada Federal Carmen Zanotto, que sempre acreditou em nosso potencial e não mediu esforços na condução das ações necessárias, auxiliando  fundamentalmente para a obtenção de certificação destes leitos de retaguarda, de suma importância para a continuidade dos serviços que prestamos à toda sociedade necessitada.

Obrigado aos envolvidos. Fraiburgo lhes será grato para toda a sua história.

Grande abraço a todos.

Ari

09 agosto 2016

Cyber Autismo

O mundo globalizado de nossa geração, onde a comunicação e o acesso à informação esta cada vez maior, nos proporciona algumas reflexões específicas a respeito do nosso comportamento como pessoas esclarecidas e cultas.

      Se por um lado a disponibilidade de informações, que na sua maioria é entregue a quem quiser utilizá-la de forma gratuita, pode fazer com que uma enorme multidão possa ser beneficiada pelo “saber constante”, com grande qualidade e em quantidade, por outro lado também nos possibilita o aprendizado de forma isolada, sem a preocupação do relacionamento mais íntimo ou formal e isso pode nos levar àquilo que os diversos autores e estudiosos classificam como "cyber autismo" ou “ciberautismo”.

      Este isolamento, embora com a interação com milhões de outras pessoas, vistas somente através do teclado, pode nos proporcionar momentos de intensa introspecção, que não pode ser classificado como a verdadeira e doentia expressão “autismo”, visto que aquela não é ocasionada pelo simples fato de estarmos sós, mas sim, por outros fatores (genéticos inclusive) e que não são proporcionados pelas pessoas que nos rodeiam ou interagem conosco.

      O autismo coletivo ou cibernético pode ser descrito de uma forma mais branda que a doentia, embora ainda estarmos no limiar da era cibernética, o que só com o tempo poderá ser melhor estudado e analisado. O importante é estar conectado.

      Estar conectado significa hoje em dia ter acesso à informação de forma imediata, com qualidade, em quantidade suficiente e com responsabilidade, porque assim poderemos obter vantagem de aprendizado que as gerações anteriores não tiveram. Cabe a nós buscar as orientações necessárias para tirar proveito disso tudo, estabelecendo regras e condições para um bom desempenho social, profissional e familiar.

              Podemos alcançar estes objetivos utilizando a própria rede para fazer os esclarecimentos necessários de forma a não sermos todos "autistas doentios”.

Um grande abraço a todos.

Ari

(Texto produzido com base no artigo "Autismo Coletivo" 
de João Teixeira in www.portalcienciaevida.com.br).

27 julho 2016

Direito em Fraiburgo

Neste dia 26 de julho de 2016 aconteceu um marco divisor importante da minha vida: finalmente depois de um sonho acalentado por muito anos estou cursando direito. É a primeira turma deste curso na UNIARP – Fraiburgo.

Depois de uma calorosa acolhida fomos conduzidos à sala 18 onde nos aguardava uma seleta lista de convidados especiais: a Pro Reitora Soeni Barros Yamaguchi, Secretária Acadêmica Angelita Fadani, Presidente da Fundação UNIARP Auri Marcel Baú, vice-reitor Paulo Cezar de Campos, Coordenadora do Curso de Direito Professora Jociane Machiavelli Oufella, e os advogados Drs. Flávio José Martins (Padrinho do Curso de Direito em Fraiburgo), Yokio Yamaguchi, Marilza Laurindo (Presidente da Oab de Fraiburgo), Gedson Pagnussatt, Aldair Marcondes e o juiz titular da vara do trabalho da cidade vizinha de Videira, Dr. Luiz Osmar Franchin, que com toda a sua experiência e carisma ministrou a Aula Magna e, por conseguinte, a primeira aula oficial de Direito da Uniarp em Fraiburgo, turma 2016/2.


Autoridades e Alunos - Primeira Aula de Direito da Uniarp - Campus de Fraiburgo.
A turma tem a média de idade de 36 anos e por esta característica tem tudo para ser uma grande turma, não só pelo número de inscritos (70 alunos), mas e principalmente pelo potencial e pela qualidade que poderá apresentar durante o transcorrer do curso.

Um grande abraço, sucesso a todos e parabéns.

Ari

16 julho 2016

Para Pensar!

Para que servem as leis se não há necessidade delas para os homens bons e elas são inúteis para os homens maus?

Um bom final de semana.

Ari

02 julho 2016

Acadêmicos de Psicologia da UNIARP visitam Hospital de Fraiburgo

Acadêmicos do curso de Psicologia da UNIARP, na disciplina de Ética e Legislação em Psicologia, ministrada pela docente Ana Claudia Lawless, visitaram recentemente o Hospital do município de Fraiburgo.

A turma foi recepcionada pelo diretor geral, Ari Antônio Guindani, pelo médico obstétra/ginecologista Cesar Minoru Kurita, enfermeiras Janete Rodrigues Antunes e Neusa Antunes da Silva, pela psicóloga Eliane Inês Tenconi Borges e pela estagiária de Psicologia do Campus da UNIARP de Fraiburgo Gabriele Francescato.


O diretor Ari Antônio Guindani, juntamente com sua equipe, conduziu a visita apresentando as instalações do hospital e frisando sua dedicação e carinho enquanto Diretor na prestação dos serviços. Coordenou ainda, a roda de conversa que tratou de questões que permeiam a ética e o sigilo da equipe interdisciplinar. A Psicóloga explicou aos alunos o seu trabalho, bem como, a participação na equipe, preservando e cumprindo os preceitos do código de ética do profissional da Psicologia.

A professora Ana Claudia enalteceu o trabalho prestado pelos profissionais à comunidade de Fraiburgo e região, em especial da Psicóloga Hospitalar e enalteceu a importância da implantação dos projetos da biblioteca e brinquedoteca dentro da instituição.

Estes projetos já estão em andamento na disciplina de Estágio Supervisionado Obrigatório em Psicologia Clínica I, juntamente com a estagiária Gabriele, ambos em parceria com o Curso de Psicologia. (Matéria publicada em 01/07/2016 no Portal Terra da Maçã).

Um grande abraço a todos e bom final de semana.


Ari

19 junho 2016

O Que Aconteceria Se a Humanidade Desaparecesse de Repente?

Já parou para pensar no que aconteceria se toda a humanidade desaparecesse da face da Terra? Ignore, por um momento, as razões que levariam a tal fenômeno e tente imaginar apenas o que aconteceria com nosso planeta.

O canal #Mind Warenhouse produziu um vídeo que registra com alta definição esse cenário hipotético - do momento exato de nosso sumiço às próximas centenas de milhões de anos.

Em apenas algumas horas, o mundo sentirá os primeiros efeitos da ausência do homem. Como a maior parte de nossa matriz energética ainda é gerada a partir de combustíveis fósseis, as luzes se apagarão logo por falta de abastecimento, jogando o planeta nas sombras.

Em poucos dias, estações inteiras de metrô serão inundadas, pois as bombas que as protegem de águas subterrâneas deixarão de funcionar.

As consequências serão especialmente dramáticas para os animais domésticos e para aqueles que foram presos em fazendas. Sem seus donos, a comida acabará logo e, consequentemente, boa parte deles morrerá de fome. Nos poucos casos em que conseguirem escapar e sobreviver, reinará a lei do mais forte.

Em apenas um mês, a água das energias nucleares começará a evaporar, causando uma série de explosões muito maiores do que as de Fukushima e Chernobyl. Espécies inteiras serão afetadas pela radioatividade e sucumbirão ao câncer.

Após pouco mais de um ano, os animais sobreviventes contemplarão uma “estranha chuva de estrelas”. Não, não estamos falando de astros naturais, mas sim, da queda de satélites colocados em órbita por nós. Sem a atividade humana, eles cairão como meteoros sobre a Terra.

A maioria das cidades será tomada pela vegetação. Outras, como Dubai e Las Vegas, serão engolidas pela areia dos desertos. Em aproximadamente 300 anos, construções de metal, como a torre Eiffel, e pontes de ferro irão desmoronar por conta da corrosão de seus materiais.

E quais serão as construções humanas mais longevas? Inesperadamente, aquelas erguidas e esculpidas com pedras, caso das pirâmides do Egito, da muralha da China e do Monte Rushmore, nos Estados Unidos.

Em 50 milhões de anos, os últimos rastros da civilização humana serão as garrafas de plástico e pedaços de vidro, prova da nossa surpreendente capacidade de produzir lixo.

Em mais 50 milhões de anos, porém, até esses resíduos terão desaparecido. Depois disso, sem o impacto da ação do homem, a natureza tomará novamente conta de tudo. E se, daqui a 300 milhões de anos, surgir uma nova espécie racional, ela nunca saberá de nossa existência.

O vídeo, que pode parecer apenas uma viagem fictícia, termina com uma forte mensagem. “Como vocês podem ver, a Terra poderá viver muito bem sem nós. Nós é que não podemos viver sem ela.” (Fonte: Blog Aconteceu - Clauderio Augusto)

Um grande abraço e boa semana a todos.

Ari

07 junho 2016

Hospital Fraiburgo Agora é Filantrópico!

O dia 07 de junho de 2016 ficará marcado na história de Fraiburgo. Foi publicada no Diário Oficial da União a Portaria 680 de 06/06/2016, da Secretaria de Atenção à Saúde, vinculada ao Ministério da Saúde, que concede o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social, na Área da Saúde, à Associação Fraiburguense de Saúde Coletiva – AFSC, mantenedora do Hospital Fraiburgo.


Depois de muito tempo de espera, foram preenchidos todos os requisitos necessários para concessão de tão importante benefício à Sociedade Fraiburguense.

Este fato possibilitará ao Hospital Fraiburgo receber a tão sonhada isenção dos tributos federais e o recebimento de convênios com todas as esferas governamentais. 

Também será possível a partir de agora, denttre outros benefícios diretos, o recebimento de recursos oriundos de verbas destinadas por deputados estaduais, deputados federais  e pelos senadores. 

Estes recursos serão muito importantes na manutenção das atividades do Hospital Fraiburgo.

Agora chegou o momento de agradecermos:

a)     Ao Deputado Federal, Dr. Esperidião Amin Helou Filho, que pelo seu incansável trabalho e apoio, interferiu decisivamente na busca da assinatura necessária para a publicação definitiva do ato concessório;

b)     À Deputada Federal, Carmen Zanotto, que sempre nos orientou na busca dos melhores caminhos e ações para a obtenção de tão importante título;

c)  A todos os profissionais especializados no assunto, que não mediram esforços para atingir tal objetivo, especialmente ao advogado Dr. Roberto Scheffer;

d)     À Federação dos Hospitais de Santa Catarina, por todo o apoio logístico que nos ofereceu;

e)  Ao Dr. Flávio José Martins, Presidente da AFSC, que sempre orientou a todos nós, funcionários do Hospital Fraiburgo, para exercer as nossas atividades com total responsabilidade e transparência;

f)     E finalmente, um agradecimento todo especial, com um abraço carinhoso ao Prefeito Municipal Ivo Biazzolo e sua Secretária da Saúde Nilce Pinz. O seu apoio foi fundamental e muito importante neste pleito.

Muito obrigado e grande abraço a todos.

Ari Antônio Guindani
Diretor Geral
Hospital Fraiburgo

Este blog não permite a publicação de matérias pessoais, mas este acontecimento é muito importante e deve ficar registrado na história do Hospital Fraiburgo e na história do Município de Fraiburgo.

02 junho 2016

Vacina Universal Contra o Câncer

Cientistas alemães deram um importante passo para criar uma vacina universal contra o câncer, graças a uma técnica que instrui o sistema imunológico a atacar os tumores, de acordo com um trabalho publicado nesta quarta-feira pela revista britânica "Nature".

Um grupo de pesquisadores da Universidade de Mainz, na Alemanha, utilizou nanopartículas que contêm RNA de um tumor para simular a invasão de um patogênico na corrente sanguínea e desencadear uma resposta autoimune.

Quando essas partículas entram em contato com o tecido linfático, um componente essencial do sistema imunológico, ativam os mecanismos de defesa frequentes, que dispõem de células como as dendríticas, para combater os organismos invasores.
A "Nature" ressaltou que os pesquisadores alemães conseguiram induzir respostas contra os tumores em ratos e, em uma primeira fase experimental, também em humanos, em três pacientes com melanoma.

"O trabalho provavelmente representa um passo adiante em direção a uma vacina universal para o câncer", disse a revista.

Os cientistas encontraram até agora dificuldades para descobrir mecanismos efetivos de vacinação porque as células cancerígenas são similares, em muitos aspectos, às normais. Por isso, o sistema imunológico se confunde e evita atacá-las.

Uma resposta defensiva eficiente só ocorre quando as células cancerígenas produzem antígenos - substâncias que fomentam a criação de anticorpos - diferentes aos das células saudáveis.

Outro dos fatores que freia a resposta imune ao câncer é que o crescimento dos tumores não é acompanhado de sinais inflamatórios importantes, como os que ocorrem durante uma infecção por bactérias, por exemplo, que disparam a resposta autoimune.

Por esses motivos, o sistema imunológico em algumas ocasiões tolera, ou inclusive promove a formação de tumores.

Em artigo que acompanha o trabalho dos alemães, Jolanda de Viers, do Centro Médico Universitário de Radboud (Holanda), afirma que o grupo de cientistas de Mainz, liderado por Ugur Sahin, adotou perspectiva "diferente" para as pesquisas realizadas até agora.

Os pesquisadores criaram nanopartículas nas quais os fragmentos de RNA estão cobertos de uma camada de lipídios, similares a uma membrana celular, para protegê-los.

Ao estabelecer uma carga elétrica negativa nessas partículas, os cientistas conseguem que elas sejam atraídas pelas células dendríticas, que, por sua vez, descobrem um antígeno específico contra o tumor cancerígeno.

Os pesquisadores alemães acreditam que qualquer antígeno baseado em uma proteína pode estar codificado no RNA. Por isso, consideram que essa técnica pode ser utilizada para criar vacinas contra qualquer tipo de câncer. (Fonte: Efe/Terra)

Um grande abraço a todos.


Ari

01 junho 2016

O Que Ocorre Com o Corpo Quando Paramos de Fumar

Não é fácil abandonar o tabagismo, muito menos se o vício é de muitos anos. Mas os benefícios de deixar o cigarro e semelhantes já podem ser sentidos 20 minutos depois que a decisão foi tomada.

– Em um dia, já não há mais resíduos de nicotina e monóxido de carbono no organismo e, com isso, a pressão diminui e a circulação sanguínea melhora. Depois de 10 anos sem fumar, o risco de infarto é o mesmo de alguém que nunca colocou um cigarro na boca – aponta o médico pneumologista da Divisão de Controle ao Tabagismo do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Os médicos concordam que um fator é fundamental para sentir os efeitos positivos: é preciso querer parar.

– Cigarro não é um hábito, é um vício. Querer parar é metade do caminho para ter sucesso nessa decisão. A medicação ajuda, mas a vontade própria, e não a pressão médica ou familiar, é determinante para abandonar esse que é a principal causa de morte evitável no mundo – diz a cardiologista do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da USP Tânia Ogawa.

Se o primeiro cigarro pode causar tontura, irritação na garganta e dor de cabeça – problemas atenuados por aditivos como menta e chocolate –, ao longo do tempo os problemas se agravam. E não há composição química que proteja o organismo. O cigarro é hoje a principal causa do câncer de pulmão, mas também é peça-chave em tumores que podem aparecer no pâncreas, na faringe, na laringe e na bexiga.

– Não há um tipo mais seguro ou que traga menos malefícios. Cada unidade contém mais de 4.700 substâncias tóxicas. Só no Brasil, a cada hora, 20 pessoas morrem em decorrência de doenças causadas pelo cigarro – ressalta Marcelo Basso Gazzana, chefe do Serviço Médico de Pneumologia e Cirurgia Torácica do Hospital Moinhos de Vento.


Prevalência Diminuiu, Mas Ainda Preocupa Médicos


Em 1989, uma pesquisa feita pelo Inca revelou que 34,8% da população acima dos 19 anos fumava diariamente. A realidade mudou 24 anos depois. Um novo estudo do instituto mostrou que, nessa faixa etária, os fumantes caíram para 15%. A comemoração da queda só não foi completa porque um número ainda preocupa: 30% dos estudantes do nono ano têm pais fumantes.

– Trabalhar a prevenção surtiu efeito ao longo dos anos e conquistamos importantes feitos, como trazer as doenças relacionadas ao tabagismo nas embalagens. Continuamos trabalhando para que os rótulos sejam ainda menos atraentes – aponta Meirelles.

Porto Alegre é, de acordo com o Ministério da Saúde, a Capital que mais fuma no país. Por aqui, 18,2% da população é fumante. No país, 11,3% dos brasileiros se declararam fumantes em 2012 – o resultado foi publicado na última pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel).


– Parar exige acompanhamento, afinal 20% dos fumantes têm alguma doença psiquiátrica. A maioria dos pacientes precisa de ajuda medicamentosa, mas um grupo importante também necessita de ajuda para tratar problemas como depressão e transtorno de ansiedade – explica Gazzana. (Fonte: Clauderio Augusto/Diário Gaúcho).

Grande abraço a todos.

Ari

28 maio 2016

Cientistas Descobrem Sistema Que Detecta Alzheimer Avançado

Uma equipe de cientistas dos Estados Unidos descobriu um sistema mais preciso para diagnosticar os estágios mais avançados do Alzheimer, segundo um estudo que divulgado nesta quarta-feira (11) pela revista Science Translational Medicine.

O novo sistema é um melhor indicador do progresso da doença, segundo os pesquisadores do Departamento de Neurologia da Universidade de Washington em St. Louis, no estado do Missouri.

Os pesquisadores estudaram 46 pacientes com Alzheimer, a doença neurodegenerativa progressiva mais comum, que acarreta a perda da memória, da fala, do controle emocional e da habilidade de raciocinar e tomar decisões lógicas.

A causa da doença, que segundo a Organização Mundial da Saúde afeta 47,5 milhões de pessoas no mundo, é o acúmulo no cérebro de proteínas de dois tipos: placas da proteína beta-amiloide e fibras da proteína tau.

Até então, o exame de diagnóstico conhecido como TEP (tomografia por emissão de pósitrons) focava na beta-amiloide. Graças ao estudo desta proteína é possível detectar a doença em pacientes em estágios adiantados, para um diagnóstico precoce e confiável do Alzheimer.

No entanto, os médicos necessitavam mais ferramentas para estudar e entender a doença nos estágios mais avançados e assim comprovar quais os tratamentos mais efetivos.

O descobrimento dos neurologistas do Missouri parte do estudo com foco em outra proteína que intervém no desencadeamento do Alzheimer: a proteína tau.
Este exame de diagnóstico analisa a proteína tau no lobo temporal, a parte do cérebro encarregada de processar e decifrar a informação através dos sentidos e da linguagem.

Desde o reconhecimento de rostos, de uma voz ou uma melodia, até o controle do equilíbrio ou a regulação de emoções e motivações como a ansiedade, o prazer e a ira, tudo depende do lobo temporal, localizado atrás das têmporas.

Com este teste pioneiro, os médicos observam o comportamento das proteínas acumuladas no cérebro, como interagem à medida que a doença evolui e como reagem aos diferentes tratamentos.

Em comparação com os testes baseados na outra proteína, a nova forma de diagnóstico ilustra de forma mais fidedigna o déficit cognitivo que ocorre no lobo temporal.

Este descobrimento não deixa defasados os diagnósticos já existentes, ambos se complementam. Enquanto o exame anterior continuará servindo para a detecção precoce, o novo permitirá analisar os estágios mais avançados.

A importância deste descobrimento não é apenas sua aplicação imediata, e sim o maior entendimento da patologia, que abre uma porta a várias linhas de pesquisa.

Cerca de 90% do que se conhece sobre o Alzheimer atualmente foi descoberto nos últimos 15 anos, desde que as pesquisas focaram no cérebro.

Os diversos efeitos no corpo e na mente fizeram com que a doença fosse frequentemente confundida com a demência senil no passado.

Por isso, a Associação Internacional do Alzheimer lembra que a doença não é uma forma de envelhecimento e tenta conscientizar as pessoas para que detectem rapidamente os sintomas, já o quanto antes foi iniciado o tratamento, melhores são as perspectivas. (Fonte:Efe/Terra).

Um grande abraço a todos.

Ari

26 maio 2016

Bebês Prematuros Podem Apresentar Atrasos de Linguagem

Demora na pronúncia das primeiras palavras ou no desenvolvimento da linguagem são alguns dos sinais.
Apesar da melhora dos índices de sobrevivência de crianças prematuras (com menos de 37 semanas) nos últimos tempos, as taxas de dificuldades de desenvolvimento continuam altas. Algumas delas, mesmo na ausência de lesões cerebrais, podem apresentar conseqüências negativas em diversos aspectos importantes do desenvolvimento do bebê, inclusive na linguagem.

O que os pais vão observar primeiro e com mais facilidade é o atraso na aquisição das primeiras palavras, que deve ocorrer, em média, por volta de 1 ano e 2 meses. 

E essa teoria foi reforçada recentemente por um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da USP que analisou algumas crianças recém-nascidas e observou que 55,6% dos bebês prematuros que estavam sendo acompanhados apresentavam algum tipo de alteração de linguagem contra apenas 18% do grupo de crianças que nasceram no período correto.

Para chegar a esse resultado, Telma Monteiro Luperi, fonoaudióloga e autora dessa tese de doutorado realizada na universidade, selecionou, com sua equipe, vários pacientes com histórico de prematuridade até 36 semanas de gestação e até 2,5kg de peso de nascimento.

Também foram selecionados outros dois conjunto de crianças de 2 a 6 anos de idade. Um com indivíduos com alguma Alteração Específica de Linguagem (AEL) e outro (grupo controle) de desenvolvimento normal. Todos foram testados individualmente em sessões de 20 minutos em uma sala privada. A partir daí as comparações e os resultados puderam ser avaliados. 

Primeiros Sinais
  
Segundo a especialista, o que os pais vão observar primeiro e com mais facilidade é o atraso na aquisição das primeiras palavras, que deve ocorrer, em média, por volta de 1 ano e 2 meses.

“Outra alteração que pode ser percebida é a demora na expansão do repertório de palavras, ou seja, a criança começa a falar as primeiras, mas o aprendizado das novas palavras é mais lento, se comparadas às crianças da mesma idade”, diz Telma.

Diagnóstico Precoce 

No entanto, a intervenção precoce de um profissional nesses casos pode reduzir ou eliminar esses atrasos no desenvolvimento da linguagem, por isso, a importância do estudo de Telma.


“Além disso, as chances de uma criança que apresenta apenas um atraso na aquisição da linguagem normalizar o desempenho de linguagem são muito maiores do que as crianças que apresentam alterações mais complexas, associadas, por exemplo, à uma lesão cerebral. Por isso, a identificação precoce nesses casos seria, sem dúvida, um diferencial”, diz a especialista.

Resumindo, é recomendado que todo bebê prematuro receba o acompanhamento de um profissional desde o nascimento. “É o atendimento especializado que garante eficiência no tratamento e melhor prognóstico”, diz Telma.
(Claudério Agusto/Agência Beta).

Um grande abraço a todos

Ari

24 maio 2016

Inibidor de Células do Câncer de Mama

Pesquisadores de Taiwan descobriram que o lignano de dihidrobenzofurano, encontrado nas plantas, inibe o crescimento de células tumorais e metástases do câncer de mama, informou o Taipé Times nesta segunda-feira.

A equipe dirigida pelo pesquisador Yang Ning-sun, da Academia Sinica, e pelo professor de Medicina Kuo Yueh-Hsiung anunciou a descoberta em entrevista coletiva.

O composto químico ativa a secreção da proteína interleucina-25, produzida naturalmente no corpo, o que ajuda a inibir o crescimento das células dos tumores do câncer de mama e sua metástase, segundo a equipe.

Até o momento, só foram realizados testes em animais, que tiveram sucesso, e o efeito se intensifica quando os lignanos são utilizados junto com o fármaco de quimioterapia docetaxel, afirmou Yang.

O lignano de dihidrobenzofurano pode ser facilmente sintetizado a partir de compostos naturais encontrados em uma grande variedade de plantas, indicou Kuo.

A equipe taiuanesa planeja estender o uso do lignano de dihidrobenzofurano a outros tipos de câncer e buscar aplicações clínicas em cooperação com companhias farmacêuticas. (Fonte: Efe/Terra) 

Um grande abraço a todos.

Ari